8 de setembro de 2014

7 on 7 (setembro)

Só um dia de atraso nesse mês, tôu melhorando cês não acham? HAHAHA Anyway, o tema desse mês foi cores e cada uma escolheu uma para fotografar. Escolhi o lilás/roxo que em uma época da vida foi minha cor favorita, hoje não tenho nenhuma (verde ou preto, maybe).
um dos meus livros preferidos EVER
chaveiro que tive que comprar de um vendedor de rua chatissíssimo do uruguai
plano de fundo novo (na verdade faltava uma foto e improvisei, whatever)
meias quentinhas porque sim
era pra ser um par de brincos, porém foco fail
odiei, porém o colar é amor ♥
almofada a.k.a. porta pijama

Para ver as fotos das outras meninas do projeto, acesse os links:

Me sigam nas redes sociais:

.

31 de agosto de 2014

this is not a book #1


A curious, engaging, and creative rethinking of what a book can be, from the creator of Wreck this Journal. In this uniquely skewed look at the purpose and function of "a book," Keri Smith offers an illustrated guide that asks readers to creatively examine all the different ways This Is Not a Book can be used. With intriguing prompts, readers will discover that the book can be: a secret message-tear out a page, write a note on it for a stranger, and leave it in a public place. A recording device-have everyone you contact today write their name in the book. An instrument-create as many sounds as you can using the book, like flipping the pages fast or slapping the cover. This Is Not a Book will engage readers by having them define everything a book can be by asking, "If it's not a book, what is it then?" - with a kaleidoscope of possible answers.

Eu sei que faz séculos e mais séculos que eu não posto mais nada de atualização do Destrua este Diário, mas é porque emprestei ele pra uma amiga fazer algumas páginas (ALO MAÍRA) e ela ainda não terminou. Como sou uma pessoa muuuuito ansiosa, não aguentei e tive que começar outro, haha. Vou tentar atualizar este mais frequentemente, já que estou VICIADA. 
this is an accident: de cara já lavei o livro com capuccino, cola colorida, cola brilho e papel picado.
this is a kit for attending boring events:acreditem ou não, era pra ser uma funny face :(
this is an interview: no comments, please.
this is a group of circles with no porpose whatsoever: se bobear tenho cola e papel furado
até nos meus pulmões.
this is an idea formulation generator: não consegui criar uma ideia de novo produto, então
escrevi uma letra de música, me julguem.
this is a set of directions: easy.

Mais alguém aí faz e compartilha as fotos? Deixem links que quero ver a arte alheia também! :)

Me sigam nas redes sociais:

.

24 de agosto de 2014

desafio musical dos 250 dias #4 (22-28)


Link com as perguntas aqui.


22-Uma música para aliviar a raiva



música para gritar e extravasar a raiva à plenos pulmões ♥

23-Uma música que te da raiva



mil tipos de nojo dele e da música

24-Uma música para celebrar



celebrar tipo o Charlie em 'As Vantagens de Ser Invisível' ♥

25-Uma música para dormir



qualquer música acústica ajuda na hora do soninho, porém essa é amor demais ♥

26-Uma música que te lembre sua família



eu sei que Charlie Brown parece estranho para lembrar da família, mas a primeira ida à praia
com toda a família junta teve essa música como a trilha sonora, então...

27-Uma música que te dá medo



só deus pode julgar o porque de eu me arrepiar tanto com a música e o clipe também.

28-Uma música cuja melodia você acha bonita


poderia incluir milhares de músicas aqui, escolhi essa porque acho difícil Metallica
aparecer aqui de novo, haha


Me sigam nas redes sociais:

.

17 de agosto de 2014

the maze runner- correr ou morrer (james dashner)

“Ao acordar dentro de um escuro elevador em movimento, a única coisa que Thomas consegue lembrar é de seu nome. Sua memória está completamente apagada. Mas ele não está sozinho.
Quando a caixa metálica chega a seu destino e as portas se abrem, Thomas se vê rodeado por garotos que o acolhem e o apresentam à Clareira, um espaço aberto cercado por muros gigantescos. Assim como Thomas, nenhum deles sabe como foi parar ali, nem por quê. Sabem apenas que todas as manhãs as portas de pedra do Labirinto que os cerca se abrem, e, à noite, se fecham. E que a cada trinta dias um novo garoto é entregue pelo elevador. Porém, um fato altera de forma radical a rotina do lugar - chega uma garota, a primeira enviada à Clareira. E mais surpreendente ainda é a mensagem que ela traz consigo.
Thomas será mais importante do que imagina, mas para isso terá de descobrir os sombrios segredos guardados em sua mente e correr, correr muito. “


O livro conta a história de Thomas, que acorda em um elevador sem saber nada a não ser seu nome. Elevador esse que o leva até à Clareira, onde vários garotos como ele chegaram ali da mesma forma: sem memória, sem lembranças e sem a mínima ideia de porque esse é o destino deles ou como foram parar ali. Embora não tenha nenhuma lembrança ou memória clara, Thomas não consegue ignorar a sensação familiar que já esteve ali antes.
A Clareira é cercada por muros gigantes que formam um labirinto, onde toda a noite os muros se fecham e os caminhos do labirinto são alterados.
A rotina é bem simples: cada um tem o seu trabalho, os corredores buscam uma saída (ou explicação) para o labirinto todos os dias, toda a semana eles recebem suprimentos que necessitam para sobreviver e a cada mês um novo garoto chega. Pelo menos, essa era a rotina até Thomas chegar.
O primeiro fato a alterar a rotina do lugar totalmente é a chegada da primeira garota, Teresa, que chega com uma mensagem não tão boa. A partir daí, tudo se altera: o sol desaparece, os suprimentos não chegam e o pior de tudo: os muros não se fecham mais à noite e eles ficam à mercê da maior ameaça do lugar.


Comprei o livro porque eu necessitava urgente ler antes que o filme estreasse. Achei a história um pouco arrastada no começo, com todas as gírias dos ~clareanos~ e todos os nomes estranhos das coisas. Mas foi porque tudo era novo e tinha muita coisa pra explicar. Depois que você acostuma com a narrativa e entra de cabeça na história, só melhora e o livro de prende de uma maneira que você precisa continuar e continuar pra saber o que acontece. Adorei e recomendo!


Tô muito ansiosa pela estreia do filme (e para ler o segundo livro, of course), acho que só pelo fato de ter o Dylan O’Brien no elenco eu já vou gostar, HAHAHA. Anyway, o filme tem tudo para ser um sucesso e uma ótima história como foi o livro. Confiram o trailer:



Me sigam nas redes sociais:

.

12 de agosto de 2014

7 on 7 (agosto)

Segunda vez seguida na história desse blog em que posto o 7 on 7 no dia 12. Seriously, não tá fácil essa vida.
Anyway, o tema desse mês é 'coisas que salvaríamos num incêndio' e pra falar a verdade, gostaria de enfiar o meu quarto todo em uma bolsa, se fosse o caso. Foi dificílimo escolher somente sete coisas para salvar, eis as minhas escolhas:
O livro que estou lendo no momento (for real, acho que arrumaria uma mala e jogaria lá a maior quantidade de livros e séries possíveis porque OMG SALVEM MINHA COLEÇÃO). Celular (porque né). As coleiras representam as minhas vira-latinhas que nem por deus eu consigo bater uma foto das duas juntas. Necessaire (porque precisamos estar apresentáveis, pelo menos). Coisinhas de valor sentimentas (cartas, cartões, fotos e etc). Câmera (porque né /2). Documentos (na pior das hipóteses, não serei uma indigente, hahaha).
E vocês, o que salvariam?

Para ver as fotos das outras meninas do projeto, acesse os links: Anna | Débora | Manu | Laura | Victória | Ianê.


Me sigam nas redes sociais: Facebook - Twitter - Instagram 

.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...